Em 2012 fui pela primeira vez à Comic Con, sozinha e com garra 😛
Estou acostumada a viajar sozinha, mas esta foi minha 1a vez nos Estados Unidos e o desafio de encarar o novo é sempre mais complicado.
Este post é pra descrever minha experiência e espero que possa ajudar alguém.
P1010384
Comprar os ingressos -que na CC são badges- é a parte mais estressante. Só consegui comprar pra 2 dois: 5a-feira e domingo, quando, na minha opinião, o melhor dia é sábado…

Eu fiquei num hotel a apenas 10 minutos a pé da CC e foi a melhor coisa que eu fiz.

[FAQ] Por quê?
Você vai depender o mínimo do transporte público leia-se trem/ônibus/transfer (o shuttle) gratuito que os hotéis em convênio com a CC oferecem até lá.
Vale lembrar que em 2012 as ruas próximas ao CC foram fechadas inclusive pra transporte público e táxis. Sendo assim, acho que carro também não é uma boa. Os estacionamentos são caros e longe da CC (e existe uma espécie de loteria pra eles também).
O objetivo deles é que se libere as ruas pra que as hordas (sim hordas!) possam se deslocar pela Gaslamp (bairro central de San Diego onde acontece a CC).

Ficar perto do CC garante economia de tempo e dinheiro (faça compras no supermercado mais próximo e evite filas dos restaurantes, por exemplo) além de permitir mais horas de descanso. E acredite com banho e descanso mais acessíveis, você vai curtir muito mais a CC :).

[FAQ] Ficar perto do CC não vai ser caro?
A CC é um evento caro. Não os ingressos, mas a logística do evento é cara, especialmente a estadia, sem falar que ela é em julho, alta temporada nos EU.
A título de comparação, eu paguei por 6 dias de hotel em San Diego o equivalente a 15 dias de hotel em NYC em julho. Sim, é caro.
E TODA viagem que se faz sozinha/o, sai mais caro mesmo, mas pra mim valeu ‘super a pena’ e foi um sonho realizado.

Na parte 2 vou falar da CC em si.

Anúncios