É incrível o quanto que as pessoas reclamam da falta de educação dos outros, mas se esquecem da educação delas mesmas.
Até quando vamos precisar de guardas de trânsito e multas para entendermos que não é permitido estacionar em lugar proibido (dã)??
É até chato notar que, nós brasileiros, achamos que o que não está escrito não é lei e não precisamos adotar como regra de “cordialidade”.
Não tem lei que diga que você deve segurar a porta para alguém cheio de compras, com um bebê, uma pessoa idosa ou qualquer outro ser humano.
Não tem lei que te obrigue a dar bom dia, boa tarde ou boa noite.
Civilidade, como diz o Aurélio, é uma questão de respeito mútuo e consideração. Enquanto a maioria não tiver isso encutido dentro de si, não vai haver lei que resolva falta de educação.

Anúncios