reformer2

Comecei a praticar Pilates em 2005.
Vi um anúncio no metrô e decidi me informar mais.
Marquei uma aula experimental gratuita. Antes da aula, a fisioterapeuta fez uma série de perguntas (anaminese) sobre a minha saúde. Ela me mediu, pesou e pediu que eu fizesse alguns movimentos para ver minha coluna. Anotou numa ficha e disse que eu deveria levar um raio x total da coluna.
Com muito esforço fiz a aula que dura 60 minutos.

Faço pilates com fisioterapeuta certificada. Isso faz toda a diferença. Ela trabalha as suas lilmitações e problemas corporais, diferente de um professor de educação física.
No início minha maior dificuldade foi coordenar respiração com o exercício. É muito difícil, quem disser o contrário tá mentindo.
Sempre fui uma pessoa ativa no sentido de caminhar muito, subir escadas, mas exercício em academia, sempre odiei. Sendo assim, pensei que a empolgação duraria 1 mês.
Persisti e realmente a partir do segundo mês já pude notar uma mudança no meu corpo (a fisio já tinha me falado, mas achei que era papinho dela). Aos poucos, você vai pegando o ritmo e o corpo se acostuma com a prática de exercício, o que é ótimo!!
O que me atrai no Pilates é que ele é um exercício personalizado. Tudo quanto é tipo de gente faz: bailarinos, gente com limitação física (problemas no joelho). E não tem limite de idade também.
O Pilates modela  sim a musculatura. O que senti que mais mudou: minha barriga, minhas pernas (celulites diminuíram, Ê!!) e o bundão.
Vale a pena tentar!!

Anúncios