Estou lendo o livro da Samantha Power sobre o Sergio Vieira de Mello. O livro é ótimo. Estou na metade, exatamente na página 371 e com pena que ele acabe… Fiquei supresa em saber qual é o modus operandi da instituição.
Aí vai um pequeno trecho:
“Após as humilhações das missões de paz da década de 1990 lideradas pela ONU, Forças Multinacionais, que operavam de modo totalmente diferente da burocracia da ONU, passaram a ser preferidas. Elas se mobilizavam mais rápido, seguiam uma norma de fogo mais agressiva e, por serem geralmente lideradas por um só país, operavam com cadeias de comando mais diretas e disciplinadas.”
E nada da ONU se pronunciar sobre a guerra de Israel…

Anúncios