Gostaria de dar um beijo em todas as pessoas que me estimularam a criar o blog. Vamos ver no que vai dar…

Como primeiro post coloco minhas singelas observações sobre o show da Madonna no Rio. Eu fui. Escrevi no dia seguinte ao show com a memória ainda fresquinha.

Na fila tinha uma galera de Aracaju, BH e só nós do Rio. Fui com uma amiga que tinha ido ao show de 93. Ainda na fila vimos 2 ônibus de excursão chegando pro show. Hilário.

A entrada não foi tão ruim. A (des)organização é que tava foda. As próprias pessoas das filas é que davam informação. Não tinha NINGUÉM da empresa tickets 4fuckU pra receber o povo melhor no estádio. Depois do papelão da venda dos ingressos, não esperava outra coisa a não ser descaso da parte deles.

Muita gente tentava vender ingressos na fila. Cambistas agiam à vontade, mas ninguém comprava nada. Só quem sofreu pela internet ou no Maracanã sabe do que eu tô falando.

Falando nisso toda a galera legal e solidária da fila não estava lá, afinal todos foram de pista e nós de cadeira central. A gente já sabia que não ia ver a melhor tour. Fã que é fã sabe que a melhor tour foi e sempre será “blond ambition”, mas isso é outra história… Muita gente mais velha: de 40 pra cima. Vi poucos adolemonstros, graças a Deus!!

A boutique da tia só tava disponível pra pista e pros Vips. Ela achou que nós éramos pobres. E achou certo pq eu não ia comprar nada mesmo. No SAARA tava tudo bem em conta, KKKKK!!

Quando eu entrei , às 18:45 o dj já tava no palco. Tocou techno e me lembro de “please don’t stop the music” da Rihanna. Ah e a música icônica “the world is mine”. A partir daí foi festa. Só me lembrava do Tim Maia(todo mundo cantando, todo mundo dançando). Na minha opinião o dj tocou super pouco. Parou às 20 horas e ela só entrou às 20:40. Nesse meio tempo o povo ficou meio puto sem ter o que fazer. Fora que o tempo tava um cocô e tava um pouco de frio. Carioca e frio são duas palavras que não combinam na mesma frase, então… Por que o DJ não tocou mais músicas inclusive as dela e ficou até 5 minutos antes do traveco entrar??…

O público foi um show a parte. É muito legal ver tanta gente dividindo um espaço na paz. Tinha de tudo e o mais engraçado era ver as bibas se protegendo da chuva por causa da escova definitiva. Tinha uma de chapéu de cowboy e peruca rosaS que tava um barato. Nós aplaudimos. Pela produção, pela chuva, ela mereceu!! Tinha muita gente com umas blusas iguais. Não sei se eram caravanas ou fãclubes…

O show começou na maior expectativa, claro, e o trav custou a entrar no palco. Eu mesma gritei “entra logo, piranha!!” Depois de uns 5, 10 minutos de luz apagada surgiu a figura sentada num trono. Não se escutava NADA. A galera urrava. Eu gritei tanto que a mulher que tava na minha frente saiu. Afinal, depois de tanto sofrimento eu tava ali pra extravasar!! Ela começou com uma música chatinha do novo cd. A 2ª música era bem melhor e mais dançante com um refrão chiclete que a gente gritava. Ela tava visivelmente travada pela chuva. Tanto que numa parte uma das dançarinas pegou ela pela cintura e no Youtube tem esta mesma parte do show em outro canto do mundo sem a ajuda.

Uma coisa que a Madonna não entendeu é que quem vai ao seu show quer dançar.

No início o povo pula independente da música, mas depois tem que colocar um ritmo gostoso e aí vai num crescente. Putz, será que é tão difícil fazer isso??

Ela foi mesclando músicas antigas com mais recentes e as do último cd. O delírio foi em “like a prayer” . Se a vaca não gravou (o povo tava dizendo que não ia ter gravação do DVD por causa da chuva) sifu porque foi O momento. Todo mundo pulando, cantando, ah foi muito legal!!

Claro que ela insistiu em colocar várias músicas nada a ver. Por exemplo, se ela tava tão empolgada pra tocar a porra do violão porque não tocou “secret”?? Baladinha legal e não ia ficar no blém blém. A versão de “la isla bonita” foi um porre com aqueles ciganos. Nesta música baixou uma Maria básica e ela própria pegou um pano e secou parte do palco. Depois o cara ainda cantou mais uma música sozinho. Um saco!! Fomos enganos pelos ciganos mais uma vez!!

Um efeito legal foi ela cantando com o mala do Timberlake.

Na verdade Madonna cantou poucas músicas. Tinha um playback poderoso atrás dela. KKKK.

Quando ela caiu em “she’s not me”, eu não vi. Minha amiga viu. Eu tava pulando feito um saci.

Percebi que ela errou 2 vezes: na entrada e “4 minutes” ela se atrasou e numa outra parte que agora esqueci. Nós, eu minha amiga, comentamos: ih , ele errou!!…

Ela deixou várias músicas de fora: “jump” e outras mais antigas que nem vou citar pra não ficar puta. Por que ela não cantou “holiday”?? Esta tocou ao final depois que ela se despediu. Eu cantei feito uma louca é uma das minhas músicas preferidas.

Foi isso. Não foi O show da minha vida, mas foi um show legal principalmente pelo público que lá pelas tantas gritou: o maraca é nosso!! Rára huhu!! E ela disse que não conseguia entender o que falávamos. KKKK, of course Madge!!

O que pegou mal foi ela não ter dado um bis. O público merecia. Ficamos mais de 2 horas debaixo de uma chuva torrencial.

Tomara que nos próximos shows o povo se divirta como eu me diverti!!

Anúncios